Espiritualidade

O instrumento específico da CVX para aprofundar a relação pessoal com Deus é a escola dos Exercícios Espirituais de Santo Inácio de Loyola. Segundo as palavras do próprio Santo Inácio, “por este nome, Exercícios Espirituais, entende-se todo o modo de examinar a consciência, de meditar, de contemplar, de orar vocal e mentalmente (...). Porque, assim como passear, caminhar e correr são exercícios corporais, da mesma maneira, todo o modo de preparar de dispor a alma para tirar de si todas as afeições desordenadas e, depois de tiradas, buscar e achar a vontade divina na disposição da sua vida para a salvação da alma, se chamam exercícios espirituais”.

Assim como um corpo, que não se exercita perde a sua agilidade, também o espírito necessita de se exercitar, para dar o melhor de si e satisfazer o seu profundo anseio de realização plena. A CVX espera que os seus membros sejam pessoas ágeis em espírito, exercitando-se continuamente para escutar os desejos do Senhor e capazes de discernir entre os muitos apelos da vida o que é mais adequado à construção do Reino.

Por isso, para os membros da CVX os Exercícios Espirituais – na modalidade de retiro ou na vida quotidiana - não são uma experiência opcional, que uma vez feita, pertença aos arquivos do passado. São uma experiência básica, vitalizante, constitutiva da sua própria vocação, a que haverá que voltar sempre e cujo efeito em cada pessoa precisa de ser alimentado e renovado constantemente (Carisma CVX 39-51).

Please update your Flash Player to view content.